I

Invejo a felicidade dos astros,
Por brilharem, mesmo solitários
Invejo a alegria dos loucos,
Que abrem mão da razão
Para serem felizes
Invejo a simplicidade dos bichos,
Que, de seu sustento, tiram prazer
Mas, acima de todos, invejo o homem
Que, diferente dos outros, sonha
Mesmo caído, ele sorri
E, como quem nada sofre,
Segue em frente

Inveja

by joaomaues

0

Thanks for the...

  1. 0Smile
  2. 0Inspiration
  3. 0Laugh
  4. 0Story
  5. 0Mindtrip
  6. 0Help
  7. 0Feelings

Thank the author

0

Comments


No one has commented on this note yet

Previous
Next